Recarga de celular online

Recarga de celular online disponivel para qualquer operadora do Brasil em até 12x no cartão de crédito.

Identificar cheque sem fundo- Você sabe identificar quando um cheque de seu cliente é sem fundos?

Identificar cheque sem fundo – Um problema muito comum no meio comercial, o cheque sem fundos pode se tornar uma grande dor de cabeça para o comerciante. A grande parte dos empreendedores e comerciantes não sabe identificar cheque sem fundos, o que acaba gerando prejuízos para o negócio.

Mesmo que não dê para saber, em um primeiro momento, se uma pessoa está passando um cheque com ou sem cobertura, é possível identificar algumas características e checar certas informações que o ajudarão a analisar determinados comportamentos.

Para não correr o risco de cair nesse golpe, fizemos um artigo completo cheio de informações e dicas para o comerciante se prevenir contra esse tipo de atitude. Confira!

O que é um cheque sem fundos?

Um cheque é um documento que serve para uma pessoa, o emissor, transferir um valor para o outro indivíduo, o beneficiário, sob qualquer justificativa (nesse caso, para o pagamento de dívidas, compras, etc).

consulta serasa

consulta serasa

O beneficiário deverá descontar este cheque no banco do emissor do pagamento. Se houver fundos na conta-corrente do emissor, então o beneficiário conseguirá descontar o cheque sem problemas.

Porém, o grande problema acontece quando o beneficiário vai depositar o cheque no banco indicado e percebe que não há cobertura para tal operação. Para se classificar como sem fundos, será necessário que o cheque volte, pelo menos, duas vezes às mãos do beneficiário.

Nesse momento, o emissor poderá ser enquadrado como estelionatário, além de ter o seu nome incluído nos serviços de proteção ao crédito e no Cadastro de Emitentes sem Fundos (CCF) pela própria instituição financeira.

A seguir, mostraremos como você pode realizar essa busca online e se prevenir contra esse tipo de situação. Identificar cheque sem fundo

 

O que é o CCF?

Como uma forma de criar um banco de informações para combater a prática, o CCF é uma instituição que cadastra em seu sistema pessoas que passaram mais de um cheque desse gênero em seu histórico.

Esse cadastro é realizado pela própria instituição que recebeu o pagamento e existem, basicamente, muitos motivos para a inclusão de um nome nesse sistema. Confira alguns a seguir:

  • segunda apresentação de um cheque que não possua fundos para cobri-lo;
  • a conta do emissor foi encerrada;
  • prática espúria, ou seja, quando o próprio banco faz a cobertura do cheque, retirando do próprio patrimônio para garantir o resgaste do valor por parte do beneficiário.

Para um nome ser incluído no CCF, o emissor do cheque deverá apresentar um determinado padrão repetidas vezes. Para o comerciante/empresário/empreendedor, é muito importante saber verificar essas informações ao receber o pagamento.

Por meio de uma rápida consulta de cheque é possível saber se aquele cliente é confiável e que, de fato, o cheque possui cobertura para ser descontado. Identificar cheque sem fundo

Como saber quando um cheque tem fundos ou não?

Depois de saber o que é o CCF e a sua importância para a proteção de comerciantes e empresas, chegou o momento de aproveitar essas informações para realizar buscas em tempo real e, assim, determinar se um cheque pode ter fundos ou não.

Confira o passo a passo que elaboramos a seguir!

  1. Acesse o site da iRecarga e acesse a página Consulta SPC e Serasa. Espere-a carregar completamente.
  2. Nessa etapa, será necessário clicar na opção “cheque” e realizar um cadastro. No momento do cadastro, o usuário deverá informar se é pessoa física ou jurídica e uma série de dados importantes. Preencha tudo corretamente.
  3. Após a conclusão do cadastro, o empreendedor poderá realizar a consulta de cheque sem fundos com apenas o nome completo do emissor. Dentro de poucos segundos será possível saber se aquele cheque tem fundo ou não.

O custo do serviço é bem baixo e sua utilização é viável tanto pela segurança obtida, quanto pela facilidade e rapidez em que a operação é realizada.

Com a utilização dessa ferramenta, é possível diminuir em quase 100% o número de cheques sem fundos recebidos, trazendo um impacto bastante positivo para a receita de sua empresa.

Além dessa possibilidade, o empreendedor poderá ir ao banco central ou outras instituições financeiras para realizar a consulta. Porém, apesar de ser plausível (caso o empresário esteja na rua, por exemplo), a consulta online é muito mais eficiente e rápida na maior parte dos casos.

Desconfiar de um cliente

Estelionatários, geralmente, não têm cara de que são quem são. E, por isso mesmo, milhares de comerciantes e empresários estão recebendo “calotes” e cheques sem fundos de pessoas que, a priori, não passam nenhum tipo de suspeita.

Porém, há alguns fatores que o comerciante deverá investigar para saber se aquele cliente é confiável e o cheque emitido, de fato, possui cobertura.

Se o cliente estiver realizando uma compra em um valor elevado e deseja pagar com um cheque, então o comerciante deverá abrir os olhos. Isso porque esse golpe é um dos mais antigos e comprar em grandes quantidades — ou produtos valiosos — é uma das principais características desse tipo de golpe.

Após receber um cheque desse gênero, pesquise sobre o cliente e/ou empresa para saber se aquela operação apresenta, ou não, riscos para o negócio.

Realizar a busca pelo nome

Caso a pessoa/empresa esteja com o nome sujo nos principais órgãos de proteção ao crédito, então quer dizer que, provavelmente, aquele cheque não tem cobertura para ser depositado.

No próprio site da iRecarga é possível realizar essa busca gratuitamente. Basta entrar no site e clicar na opção de consultar o CPF/CNPJ. Ao inserir as informações, seja o número do documento ou o nome do emissor do cheque, será possível saber se aquela pessoa ou empresa está com o nome sujo na praça.

Caso essa informação se confirme, desconfie do cliente e tome todas as medidas cabíveis.

Mesmo com o aumento do número de operações realizadas por cartões de crédito e meios digitais, os cheques ainda são muito comuns no comércio. Por isso, é importante saber identificar cheque sem fundos para não correr o risco de ser roubado e ter prejuízos nos negócios.

Mesmo que não seja possível saber sobre a índole de uma pessoa em uma primeira impressão, podemos conferir seu nome e seu histórico junto aos órgãos de proteção ao crédito. E isso já é o bastante para saber se um cliente é, ou não, confiável para fazer negócios.

Se este conteúdo te ajudou de alguma maneira, compartilhe-o nas redes sociais para que outras pessoas possam ser ajudadas também!

Identificar cheque sem fundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *